O vocalista Tim “Ripper” Owens diz que planeja regravar os álbuns que fez com o Judas Priest depois que seu tempo com a banda foi “apagado” do passado. O vocalista gravou dois álbuns de estúdio com as lendas do heavy metal britânico – Jugulator de 1997 e Demolition de 2001 – antes de a banda se reunir nocamente com Rob Halford.

Depois que um fã apontou para Tim “Ripper” Owens no Facebook que os dois álbuns de sua época de Judas Priest estavam esgotados em vinil por “um bom número de anos”, Owens compartilhou o post e respondeu: “Yep Bom ver que meu tempo no JP foi apagado e meus CDs e EU de seu passado! Bem, eu não esqueci meu passado e estarei trabalhando para gravar os CDs do estúdio e lançá-los eu mesmo! Por que não?”

No ano passado, Owens havia dito que ele se juntaria ao Judas Priest se fosse perguntado. “Não há dúvida de que me juntaria, se o momento fosse certo”, disse ele. “Isso não vai acontecer – nunca vai acontecer. Isso nunca, nunca acontecerá; Rob nunca vai deixar o Judas Priest. Eles vão se aposentar e eu acho que vai ser assim. Mas, sim, eu vou te contar a razão que eu gostaria é por causa da amizade. Financeiramente, eu não sei se poderia ter motivos… não vai ser melhor do que o que faço agora. Mas a amizade com esses caras é realmente ótima. Eles são ótimos caras e eu tive uma explosão absoluta com eles. Essa é provavelmente a coisa que mais sinto falta – sair com eles e a amizade “.

Mais sobre TIM RIPPER OWENS.

Fã de sludge/stoner/doom e bandas pontuais de várias outras vertentes. Paulistano apreciador de shows, e uma boa competição, seja ela qual for. Aqui na Rede Metal faz curadoria e publicação de conteúdo e toda parte administrativa e estratégica.