A notícia do retorno do guitarrista Frank “Blackfire” Gosdzik ao Sodom caiu como um bomba no universo metálico, mas no bom sentido. Expectativas foram criadas e não foram à toa.

Com pouco menos de 55 minutos, Genesis XIX é o 16º disco de estúdio de uma das bandas mais importantes do thrash metal mundial (e parte do chamado “Big Four Alemão junto com Destruction, Kreator e Tankard)

Sempre liderado pelo emblemático vocalista/baixista Tom Angelripper, a banda ainda conta com Yorck Segatz (guitarra) e Toni Merkel (bateria), e mostra que soube envelhecer com muita dignidade e mantando o peso e a agressividade.

O material é muito consistente mostra a banda muito bem entrosada, despejando uma saraivada de riffs e blast beats sem dó e com diversas mudanças de andamento, alternando em partes mais rápidas e outras mais cavalgadas.

Destaque para as faixas ” Nicht mehr Mein Land” cantada em alemão, a épica “The Harpooner”, “Dehumanizer” que se inicia numa pegada mais doom interessantíssima além de um jogo de solos caóticos e fora de andamento geniais.

Com uma produção bem crua e sem muitos artifícios, temos um belo disco da boa e velha escola thrash alemã. Claro que não da pra comparar com clássicos como “Agente Orange” mas com certeza é bem superior à alguns dos últimos lançamentos da banda.

Abre a roda e soca o play!!!!