A banda italiana de power/progressive metal Secret Sphere anunciou recentemente, através de suas redes sociais, que, após oito anos, o vocalista Michele Luppi deixa seu posto na banda.

Em um anúncio oficial, o perfil da Secret Sphere se pronunciou:

“MUDANÇA NA FORMAÇÃO. Após 8 anos chegou a hora de mudanças e Michele seguirá sua carreira solo. Foi uma jornada incrível, juntos escrevemos algumas de nossas melhores músicas e as memórias ao vivo são incontáveis, e por isso seremos eternamente gratos!”

Os italianos do Secret Sphere ainda complementam, no mesmo pronunciamento, que estão em processo de gravação de um novo álbum, e de que estão planejando o lançamento de um DVD de show gravado ao vivo.

“Nossa amizade é forte e em um futuro próximo temos o plano de lançar o ‘The Nature Of Time’, um show ao vivo em DVD de nossa última apresentação em que tocamos no Sociale Theater. As gravações do novo álbum seguem à todo vapor e estamos muito animados com isso, então esperem por mais novidades em breve!!!”

O vocalista italiano Michele Luppi ingressou no Secret Sphere em 2012 substituindo o também italiano Roberto “Ramon” Messina, que foi o primeiro vocalista do grupo, tendo atuado nesta posição de 1997 até 2012. Ainda em 2012, Luppi gravou seu primeiro trabalho com a banda, que foi o álbum Portrait Of A Dying Heart.

O álbum The Nature Of Time de 2017 foi o último trabalho de inéditas de Michele Luppi no Secret Sphere. O vocalista atualmente conta sua carreira solo intitulada Michele Luppi’s Heaven, que já tem quase duas décadas de existência e na qual gravou o álbum Strive, lançado em 2005. Além disso, Luppi também é tecladista da clássica banda de hard rock Whitesnake, tendo ingressado na banda em 2015.

Aficionado pela vertente mais melódica do estilo, em especial o Power Metal. Começou a ouvir um som mais pesado no início dos anos 2000, e até hoje tem como hobby conhecer novas bandas que possam integrar sua lista de audição.