Dando sequência aos lançamentos mensais, Desta vez, uma lista mais extensa e com bônus no final de outras bandas que não destaquei tanto. Você vai encontrar aqui pelo menos um ou dois lançamentos que figurarão os melhores do ano de 2021!

E depois testarmos esse formato de lista de novidades semanalmente, decidimos – este que vos escreve e somente ele decidiu – que o melhor formato realmente é o de lista mensal, então cá estamos!

Confira aqui a lista de Janeiro de 2021

Aviso 2: A lista abaixo está ordenada apenas por ordem de data de lançamento.

Aviso 3: Siga a nossa playlist METAL 2021:


#1 ANGELUS APATRIDA – “Angelus Apatrida”

Gênero: Thrash Metal
País: Espanha
Lançamento: 05/02/2021 (link do álbum)
Selo: Century Media Records

A principal banda de Thrash Metal da Espanha, ANGELUS APATRIDA, retorna com seu sétimo álbum autointitulado. As 10 músicas de “Angelus Apatrida” soam mais determinadas, versáteis e ferozes do que nunca, à beira do 20º aniversário de existência. “Angelus Apatrida” foi mixado e masterizado por Zeuss (Rob Zombie, Overkill, Hatebreed, Municipal Waste, Shadows Fall), mais uma vez vem com obras de arte de Gyula Havancsák (Aniquilador, Destruction, Stratovarius).


#2 CULT OF LUNA – “The Raging River”

Gênero: Sludge / Doom Metal
País: Suécia
Lançamento: 05/02/2021 (link do álbum)
Selo: Red Creeck Recording

“The Raging river” parece mais uma ponte. Um ponto médio que precisou ser cruzado para que termine o que fi começado em “A dawn to Fear”. É uma continuação perfeita do processo de escrita e da mentalidade criativa que guia a banda nos últimos anos.


#3 KORPIKLAANI – “Jylhä”

Gênero: Pagan / Folk Metal
País: Finlândia
Lançamento: 05/02/2021 (link do álbum)
Selo: Nuclear Blast Records

Sou extremamente suspeito para falar de KORPIKLAANI, que desde 2003 vem trazendo as melhores nuances que o folk metal é capaz de apresentar. Seu décimo primeiro álbum de estúdio completo “Jylhä” (que não tem tradução direta, mas pode ser descrito como majestoso, ou selvagem e robusto de uma maneira bonita) é no mínimo, um álbum acima da média na carreira discográfica dos caras.


#4 MEMORIES OF OLD – “The Zeramin Game”

Gênero: Power Symphonic Metal
País: Grã-Bretanha
Lançamento: 05/02/2021 (link do álbum)
Selo: LIMB Music

Eu só consigo comentar esse álbum com as próprias palavras da banda: “Junte-se a nós na longínqua terra perdida e esquecida de Xia, enquanto contamos a você uma história contada apenas em lendas. Uma história de magia, aventura, amizade e triunfo se desenrola enquanto seguimos Vi, Tyo e Fowlen em sua missão desesperada para descobrir os segredos sempre perdidos sob a sombra de Zera. “


#5 MINOTAURUS – “Victims of the Underworld”

Gênero: Folk Metal
País: Alemanha
Lançamento: 05/02/2021 (link do álbum)
Selo: LIMB Music

Mais folk metal! Após 25 anos de história da banda, os veteranos do MINOTAURUS ainda estão com um som novo, e com “Victims Of The Underworld” eles completam meia dúzia de álbuns.


#6  PRODUCT OF HATE – “You Brought This War”

Gênero: Thrash Metal
País: EUA
Lançamento: 05/02/2021 (link do álbum)
Selo: POH Metalworks

O tão esperado sucessor do álbum de estreia da banda, BURIED IN VIOLENCE, de 2016, foi gravado e projetado por Scott Creekmore (Broken Hope, Lionheart) no Mercenary Digital Studios, com mixagem e masterização concluídas por Chris Collier (Korn, Prong, Whitesnake) das produções CMC21. A intenção original era lançar o álbum ainda em 2020, planos que foram deixados de lado por conta da pandemia do COVID-19.


#7  TODD LA TORRE – “Rejoice In The Suffering”

Gênero: Heavy Metal
País: EUA
Lançamento: 05/02/2021 (link do álbum)
Selo: Rat Pak Records

Positivamente surpreso com o que esse álbum trouxe a tona, realmente não era esperado o heavy metal que o vocalista do Queensrÿche, Todd La Torre, nos entrega nesse período de inatividade pandêmico! Rejoice In The Suffering é o álbum solo de estreia de Todd, e a ideia de um álbum solo sempre esteve nas cartas de Todd. Com as datas da turnê do Queensrÿche adiadas indefinidamente, os eventos mundiais ofereceram a Todd a oportunidade de explorar suas idéias para Rejoice In The Suffering. Todd se juntou ao amigo e colaborador de longa data Craig Blackwell e ao lado do produtor Chris “Zeuss” Harris criou um álbum de heavy metal diversificado que atrai influência de diferentes estilos.


#8  INGLORIOUS – “We Will Ride”

Gênero: Hard Rock
País: Grã-Bretanha
Lançamento: 12/02/2021 (link do álbum)
Selo: Frontiers Records

A banda britânica de hard rock Inglorious lançaram seu quarto álbum de estúdio, “We Will Ride”. Esta será a primeira gravação oficial com os novos membros, os guitarristas Danny Dela Cruz e Dan Stevens, e o baixista Vinnie Colla, que se juntaram ao vocalista Nathan James e ao baterista Phil Beaver. O álbum foi gravado em Cardiff com o renomado produtor Romesh Gogandoda (Bring Me The Horizon, Bullet For My Valentine, Motörhead), este álbum vê a banda renovada e rejuvenescida.


#9  SIRENIA – “Riddles, Ruins & Revelations”

Gênero: Symphonic Metal
País: Noruega
Lançamento: 12/02/2021 (link do álbum)
Selo: Napalm Records

Com Riddles, Ruins & Revelations em torno de seu mentor e líder da banda, multi-instrumentista, compositor, compositor e produtor Morten Veland, a banda permanece tão fiel ao jogo de palavras do título de seu álbum quanto à sua dedicação às paisagens sonoras sinfônicas, atraindo o ouvinte para uma narrativa contundente sobre os aspectos mais sombrios da vida. Todas as onze canções se acumulam passo a passo em uma obra de arte sonora integral, onde a versátil voz mezzo soprano da cantora Emmanuelle Zoldan sempre brilha em alto nível.


#10  THE PRETTY RECKLESS – “Death By Rock And Roll”

Gênero: Rock / Alternativo
País: EUA
Lançamento: 12/02/2021 (link do álbum)
Selo: Century Media Records

O rock ‘n’ roll é uma religião. É um compromisso com um ideal, um sistema de crenças. O estilo de vida e as armadilhas podem parecer glamorosos e românticos, mas o caminho não é fácil. Requer persistência e muita fé. The Pretty Reckless – Taylor Momsen [vocais], Ben Phillips [guitarra], Jamie Perkins [bateria] e Mark Damon [baixo] – são realmente uma banda de rock and roll. Incorporando integridade inabalável e servindo hinos intransigentes, a jornada inacreditável de 12 anos de banda os trouxe silenciosamente de pequenos shows suados a sucessivos sucessos de número um, placas de ouro e alguns dos maiores palcos do mundo e agora eles estão finalmente de volta com outra verdadeira obra-prima – Death By Rock And Roll!


#11  CRYSTALLION – “Heads Or Tails”

Gênero: Power Metal
País: Alemanha
Lançamento: 19/02/2021 (link do álbum)
Selo: Pride & Joy Music

Após a busca por uma nova cantora (que foi encontrada na incrível Kristina Berchtold) e algumas pausas no estúdio durante o primeiro bloqueio no início deste ano, o novo e quinto álbum da banda, “Heads Or Tails”, está agora concluído.


#12  LAKE OF TEARS – “Ominous”

Gênero: Dark Metal
País: Suécia
Lançamento: 19/02/2021 (link do álbum)
Selo: AFM Records

O novo lançamento de LAKE OF TEARS é a trilha sonora perfeita para dias curtos e cinzentos e noites longas, frias e escuras. Após quase uma década de silêncio, Daniel Brennare, cabeça e coração dos pioneiros suecos da música dark, finalmente revela seu sinistro mundo de pensamento.


#13  ALICE COOPER – “Detroit Stories”

Gênero: Hard Rock
País: EUA
Lançamento: 26/02/2021 (link do álbum)
Selo: EAR Music

Com o nome da cidade que lançou o grupo original de Alice Cooper no caminho para o sucesso, “Detroit Stories” segue o EP “Breadcrumbs” do ano passado como uma homenagem moderna à cena Rock n Roll mais difícil e maluca que já existiu.


#14  ANNEKE VAN GIERSBERGEN – “The Darkest Skies Are The Brightest”

Gênero: Rock
País: Países Baixos
Lançamento: 26/02/2021 (link do álbum)
Selo: Inside Out Music

Liricamente e musicalmente, a premiada artista holandesa expõe sua alma com o registro mais evocativo de sua carreira – histórias de canções cativantes contadas com violões, cordas, trompas, percussão e as harmonias vocais hipnóticas de Anneke.

O título do novo álbum, “The Darkest Skies Are The Brightest”, remete à ideia de que, ao enfrentarmos desafios pessoais, somos obrigados a encontrar respostas para as maiores questões da vida. Mas, neste ponto em sua carreira musical de quase três décadas, este álbum solo – e, crucialmente, o coração partido que o inspirou – não era algo que Anneke Van Giersbergen esperava escrever.


#15  ARCHITECTS – “For Those That Wish To Exist”

Gênero: Metalcore
País: Grã-Bretanha
Lançamento: 26/02/2021 (link do álbum)
Selo: Epitaph Records

Em “For Those That Wish To Exist”, a banda examina o papel que todos desempenhamos na lenta destruição do mundo e lidam com as maiores questões que o futuro de nosso planeta enfrenta. Essas preocupações que prevalecem há muito tempo na música de uma banda que continuamente defendeu e compartilhou sua plataforma com causas como a Sea Shepherd, são críticos declarados de exercícios bárbaros, como a caça à raposa, e que se concentram na sustentabilidade em tudo, desde suas turnês até produção de mercadorias.

As 15 faixas do álbum ficam em um limbo entre a positividade energizante de que não é tarde demais para corrigir nosso curso coletivo e a negatividade paralisante do derrotismo; onde a esperança e o desânimo são companheiros de cama desencadeados diariamente pelo simples ato da existência. Um reflexo da condição humana, For Those That Wish To Exist exige que todos nós nos levantemos para desafiar os modelos estabelecidos e lutar por uma melhoria coletiva.


#16  EPICA – “Omega”

Gênero: Symphonic Metal
País: Países Baixos
Lançamento: 26/02/2021 (link do álbum)
Selo: Nuclear Blast Records

Monumental não é nem mesmo uma palavra forte o suficiente para descrever o novo material do EPICA “Omega”, a primeira coleção de material totalmente novo em cinco longos anos. Em seu oitavo álbum, os titãs holandeses do metal sinfônico fizeram um perfeito ajuste fino na sintonia entre seu passado e a pegada moderna presente em seu som em seus últimos álbuns (e até mesmo o que é apresentado no projeto Mayan).

No meio de um mundo turbulento, de uma mudança cataclísmica na sociedade, o EPICA de alguma forma conseguiu criar um álbum espetacular em sua discografia. Um álbum que está combinando metal e orquestra, coro e instrumentos orientais em uma tempestade perfeita que constantemente causa arrepios. Resumindo: eles se superaram.


#17  EVERGREY – “Escape Of The Phoenix”

Gênero: Progressive Metal
País: Suécia
Lançamento: 26/02/2021 (link do álbum)
Selo: AFM Records

Em seu aguardado 12º álbum, a banda sueca de metal progressivo EVERGREY está em um ponto de sua carreira que muitos de seus colegas só podem sonhar. Desde o lançamento de “Hymns For The Broken” em 2014, EVERGREY tem desfrutado de maior notoriedade e sucesso com “The Storm Within” (2016) e “The Atlantic” (2019) – ironicamente, uma trilogia conceitual – que é altamente incomum para um grupo já veterano.
O novo “Escape Of The Phoenix” traz outra jornada pesada, melancólica e instigante que só EVERGREY pode criar.
O resultado são 11 músicas que incorporam tudo o que os fãs da banda podem esperar, embora seja “uma versão mais metal de“ The Atlantic ”, com músicas mais diretas”, de acordo com Englund e o produtor Jacob Hansen.


#18  MOONSPELL – “Hermitage”

Gênero: Gothic Metal
País: Portugal
Lançamento: 26/02/2021 (link do álbum)
Selo: Napalm Records

Enquanto o mundo luta no escuro, o novo álbum do MOONSPELL foi gravado, mixado e masterizado por Jaime Gomez Arellano (Paradise Lost, Primordial, Ghost, Sólstafir e muitos mais) nos Orgone Studios no Reino Unido. Com base nas facetas sensíveis de Hermitage, pode-se esperar uma jornada divertida e revolucionária, mas épica, pelos dias mais sombrios da existência humana. Músicas lindamente elaboradas como “The Greater Good“ nos mostram a modernidade dos lobos em 2021, enquanto outras faixas abraçam a tradição do MOONSPELL de escrever um disco dark de metal gótico como nenhuma outra banda pode. Os sons etéreos e melódicos do MOONSPELL, embora não se afastem de suas raízes do metal – influenciados por bandas underground de metal como Bathory – tornam o Hermitage provavelmente um dos álbuns mais profundos, surpreendentes e épicos que o MOONSPELL já escreveu.


Mais lançamentos:

Dead Exaltation – Despondent (Technical/progressive death metal)

Foo Fighters – Medicine At Midnight (Rock)

Froglord – Save The Frogs (Doom/sludge)

Transatlantic – The Absolute Universe (Progressive)

Abiotic – Ikigai (Technical/progressive deathcore)

God Is An Astronaut – Ghost Tapes #10 (Post-rock/post-metal)

Humanity’s Last Breath – Välde (Deathcore/extreme metal)

Immortal Guardian – Psychosomatic (Progressive metal)

Love And Death – Perfectly Preserved (Rock/nu metal)

Gravesend – Methods Of Human Disposal (Death metal)

Harakiri For The Sky – Mære (Melodic Post-Black)

Lizzard – Eroded (Progressive metal)

Mogwai – As The Love Continues (Post-rock)

Black Sheep Wall – Songs For The Enamel Queen (Doom/Sludgecore)

Melvins – Working With God (Sludge)

Of Mice & Men – Timeless EP (Alternative metal)

Rede Metal no Instagram: