A banda de death metal brasileira Sad Theory está concluindo as gravações de seu sétimo disco de estúdio, Léxico Reflexivo Umbral, que deve chegar as lojas no segundo semestre. O primeiro single é “Canis Metallicus”, canção inspirada no episódio “Metalhead”, da renomada série da Netflix, Black Mirror. A história da banda é permeada por letras com conteúdo de valor cultural, como o disco A Madrigal of Sorrow, que trouxe flertes com a obra “As Flores do Mal”, do poeta francês Charles Baudelaire.

Ouça “Canis Metallicus”:

 O Sad Theory se destaca por cantar suas músicas em português há mais de 15 anos. “A inspiração de ‘Canis Metallicus’ é o episódio Metalhead, em que os personagens tentam sobreviver num mundo pós-apocalíptico, onde são caçados por ‘cães robóticos’ altamente avançados. Porém, a letra explora uma possível causa do apocalipse, quando as máquinas, uma vez avançadas até o ponto da senciência, apercebem-se de que seus criadores humanos são uma ameaça ao progresso e não são mais necessários, decidindo, conjuntamente, aniquilar a espécie toda”, explica o baixista e compositor Daniel Franco.

Todo o álbum terá o mesmo conceito lírico: “As letras compostas para o álbum foram inspiradas em maior ou menor grau em algum episódio da Black Mirror. Os episódios que escolhemos tratam – descrevendo muito simplificadamente – do que há de pior no ser humano e na sociedade, trazido à tona por facilidades tecnológicas. Por vezes, a relação de uma letra com algum episódio específico se dá de maneira parcial ou abstrata, com apenas um ou outro conceito sendo trazido para a letra. Em outras há uma maior fidelidade com o roteiro. Não há uma regra geral”, conclui Daniel.

O álbum Descrítica Patológica, gravado em 2008 e engavetado, finalmente viu a luz do dia em 2012, o que marcou o retorno da banda, com Aly Fioren e Guga Rovel a frente. A volta dos caras foi sacramentada em 2015 com Vermina Audioclastia Póstuma.

Em 2017, deu um passo adiante no som agressivo e único, alicerçado por letras de rara destreza, relatando tragédias humanas, como “Inanição”, sobre o Holodomor, o genocídio ucraniano.

Rede Metal no Instagram:

Avatar
Fã de sludge/stoner/doom e bandas pontuais de várias outras vertentes. Paulistano esperando a volta segura de shows, fã de uma boa competição, seja ela qual for. Aqui na Rede Metal faz curadoria e publicação de conteúdo e toda parte administrativa e estratégica.