Início Site

Deep Purple: Ouça a nova música “Nothing At All”

O DEEP PURPLE lançoou mais um novo single de seu próximo álbum, “Whoosh!”. A faixa, intitulada “Nothing At All”, pode ser conferida a seguir.

Ouça (via Spotify):

Vigésimo-segundo álbum de estúdio do Deep Purple, “Whoosh!” conta, novamente, com a produção de Bob Ezrin. O lendário profissional de estúdio, notável por discos do Kiss, Pink Floyd, Alice Cooper e vários outros, também trabalhou nos últimos dois registros do Purple: “Now What!?” (2013) e “inFinite” (2017).

“Whoosh!” será lançado em 7 de agosto, pela gravadora earMUSIC. A data inicial de divulgação era 12 de junho, mas a banda optou por adiar devido à pandemia do novo coronavírus.

Anteriormente, a banda lançou os singles das músicas “Throw My Bones” e “Man Alive”:

Metallica: Por que a banda inicia seus shows com a “The Ecstasy Of Gold”?

O METALLICA abriu todos os shows que tocou desde 1983 (sem a era Load / Reload) com a composição “Ecstasy of Gold” de Ennio Morricone, que recentemente faleceu, originalmente apresentada no filme de Clint Eastwood de 1966, The Good, The Bad e The Ugly. Mas você sabe por quê?

Bem, para começar, obviamente, é uma faixa de introdução ideal – a composição de Morricone é evocativa em muitos níveis. Uma leve brisa passa e você sente cada mecha de cabelo saindo do seu braço, enquanto elas fluem suavemente em qualquer direção que esteja soprando. “Ecstasy of Gold” é um trabalho em camadas, um turbilhão de três minutos de poder orquestral crescente que dá um tom de invencibilidade e triunfo.

Então o Metallica entra.

Isso, no entanto, não foi idéia deles e não é exagero imaginar um grupo de thrashers que acabaram de lançar o Ride the Lightning, seu segundo e último álbum da Megaforce Records, não estavam a par do mundo da música e filmes orquestrais. É aí que ter um manager pode ser bastante útil.

O fundador da Megaforce, Jon Zazula, carinhosamente conhecido como Jonny Z, também estava gerenciando o Metallica na época (em seu primeiro contrato assinado) e sugeriu que a banda usasse “Ecstasy of Gold”, rejeitando o que já estava em vigor – um clipe de batimento cardíaco acelerado.

Havia outra composição de Morricone, em disputa no fundo da mente de Zazula, que foi apresentada no mesmo filme. “Eu estava tocando ‘Il Triello’ por causa das coroas de fogo no final da música, mas ‘Ecstasy of Gold’ venceu”.

Versão original de “Ecstasy of Gold”:

Versão feita pelo Metallica durante um show na Dinamarca:

“Il Triello”, música que perdeu a disputa para ser a faixa de entrada da banda:

O Metallica é uma banda que se inspirou em seus ídolos, buscando constantemente fontes de inspiração para moldar sua própria banda na máquina de metal ideal. Uma dessas influências principais foi o Iron Maiden, que não só tinha um mascote cruel, mas também uma faixa de introdução constante – “Doctor, Doctor” do UFO.

Rock Add: Fernando Ribeiro do Moonspell é o entrevistado da semana

O podcast Rock Add entrevistou o líder do Moonspell, Fernando Ribeiro em seu episódio número 70. O vocalista contou sobre o momento atual da banda lendária banda portuguesa, além dos planos futuros. A banda que acaba de passar por uma mudança, com a saída do baterista Mike Gaspar, está preparando um novo álbum para 2021.

Ouça em sua plataforma preferida:

Spotify:

YouTube:

Soundcloud

iTunes

Deezer

Desde março de 2019 no ar, o Rock Add já entrevistou nomes como Andreas Kisser (Sepultura – que é o criador do tema de abertura do podcast, também), Alex Holzwarth (Turilli/Lione Rhapsody), Rafael Bittencourt (Angra), Leather Leone, Geraldo Minelli (Sarcófago), Valério Salles (Holocausto), Frank Blackfire (Sodom), Fernanda Lira (Nervosa), John Connely (Nuclear Assault), Patrick Flannery (St. Madness), At War, Legion Of The Damned, Full Of Hell, Gastão Moreira, Vitão Bonesso, Syang (ex-P.U.S.), Paulo Baron, Moyses Kolesne (Krisiun), Jão (Ratos de Porão), etc.

O Rock Add é apresentado por Luciano Piantonni e Daniel Closs, e tem novas edições às quintas feiras (Os links são disponibilizados no Facebook do Podcast). Os apresentadores também estão fazendo Lives (entrevistas) com convidados, todas as quartas e sábados no Instagram.

Siga os canais oficiais do Rock Add:

www.rockadd.com.br
https://www.facebook.com/rock.add.br/
www.instagram.com/rock.add.br/

Armored Dawn: Assista ao lyric vídeo do single “Drowning”

Armored Dawn

A banda Armored Dawn segue conquistando seu espaço no mercado da música mundial, criando uma base sólida de fãs por onde passa e consolidando-se como um dos grandes nomes do metal brasileiro na atualidade. O trabalho mais recente do grupo, o álbum Viking Zombie, lançado mundialmente em outubro de 2019, é prova de que os caras não param de evoluir. Destaque para a versatilidade sonora, algo que todo fã de heavy metal tradicional e melódico, assim como de power metal, pode aproveitar ao máximo no trabalho atual do conjunto que ganhou versão deluxe nos Estados Unidos.

Viking Zombie é o terceiro registro da banda. As gravações ocorreram no Dharma Studios, em São Paulo. A produção, mixagem e masterização ficaram por conta de Rodrigo Oliveira e Heros Trench, respectivamente baterista e baixista da Armored Dawn. O álbum foi lançado via The Orchard/Sony e está disponivel em todas as plataformas digitais.

O single “Drowning”, aclamado por boa parte dos fãs e bastante elogiado pela mídia internacional, apresentou excelentes resultados nas plataformas digitais e por esse motivo ganhou uma versão em lyric vídeo.

Assista:

Seguindo os passados de grandes nomes do metal mundial, a banda tem utilizado o período de distanciamento social para compor em home office e em breve retornará ao estúdio para gravação do novo material. 

Viking Zombie (Deluxe Edition) track listing:

armored dawn album
1.Ragnarok04:14 
2.Animal Uncaged03:43 
3.Zombie Viking04:09 
4.Fire and Flames03:47 
5.The Eyes of the Wolves03:47 
6.Face to Face03:38 
7.Drowning04:43 
8.Heads Are Rolling04:20 
9.Blood On Blood03:33 
10.Embrace the Silence04:03 
11.Rain of Fire03:53 

Site Oficial: http://www.armoreddawn.com

Khemmis: Ouça o novo EP “More Songs About Death Vol. 1”

O KHEMMIS disponibilizou o seu mais novo EP. Com apenas duas músicas, o intitulado “More Songs About Death Vol. 1” foi lançado via Bandcamp.

Neste material pode ser ouvido a faixa “Skulls”, cover do Misfits e uma versão acústica de “A Conversation With Death”::

Stone Sour: Ouça a versão demo de “Now I Know”

SS

O STONE SOUR lançou uma demo da faixa “Now I Know“. A versão final da música apareceria apenas como uma faixa bônus na edição especial de “Audio Secrecy” como “Hate Not Gone“.

O guitarrista da banda, Josh Rand, comentou:

“Uma música que Shawn tinha por aí acabou na edição especial de‘ Audio Secrecy ‘. Esta versão possui letras diferentes da versão “Audio Secrecy”.

Nightwish: nova espécie de caranguejo ancestral leva o nome da banda

Cientistas nomearam uma nova espécie de caranguejo em homenagem à banda finlandesa de symphonic metal NIGHTWISH.

Um artigo científico recentemente publicado sobre caranguejos mesozóicos foi submetido em novembro do ano passado e aceito em junho. Entre as dezenas de figuras destacadas no artigo está “Tanidromites nightwishorum”, um caranguejo de recife de coral descoberto nas pedreiras de Ernstbrunn, na Áustria.

“Nomeado em homenagem aos membros da banda sinfônica de metal Nightwish (Troy Donockley, Kai Haito, Marco Hietala, Tuomas Holopainen, Floor Jansen e Emppu Vuorinen), em particular por seu álbum de 2015 Endless Forms Most Beautiful sobre a evolução da vida”.

afirma a seção de etimologia do artigo

No álbum Endless Forms Most Beautiful, a banda se uniu ao biólogo evolucionista Richard Dawkins, que contribuiu com o diálogo narrativo para as faixas de abertura e fechamento do disco.

O Nightwish compartilhou a notícia no Facebook (acompanhada de fotos), com o seguinte texto:

“A nova espécie de caranguejo foi encontrada no leste da Áustria e viveu durante a parte final do período jurássico, cerca de 150 milhões de anos atrás. Enquanto os dinossauros dominavam a terra, partes da Europa estavam cobertas por um mar quente e raso, cheio de vida “.

Expressando sua gratidão por serem imortalizados na taxonomia do caranguejo, o Nightwish agradeceu ao Dr. Adiel A. Klompmaker e seus colegas por essa honra verdadeiramente fantástica (Adiel é curador de paleontologia, museu de história natural do Alabama).

Kiko Loureiro: Ouça o quinto álbum solo, “Open Source”

kiko-loureiro

Kiko Loureiro, renomado guitarrista brasileiro com longa história no grupo Angra e, atualmente, integrante da icônica banda americana Megadeth, é conhecido também por explorar a linguagem instrumental mesclando o rock à música brasileira em seus mais de 25 anos de carreira.

Após quatro álbuns de estúdio, aliando o virtuosismo e lirismo melódico com a guitarra sendo protagonista nas suas composições, Kiko lança agora o seu quinto trabalho, produzido e gravado em Los Angeles por Adair Daufembach e o próprio Kiko, mixado na Inglaterra por Adam Nolly e masterizado na Austrália. Desde de sua criação o álbum flerta com a globalização e tem como objetivo superar a barreira do tempo e da distância.

Intitulado OPEN SOURCE, o álbum traz novos caminhos musicais até então não explorados pelo músico em outros trabalhos. Com elementos modernos e mais pesados, mas sem perder a melodia e trato com harmonias mais sofisticadas, característicos de sua carreira.

O trabalho foi mobilizado por meio de uma campanha de financiamento coletivo, em que fãs investiram valores para adquirir não só o disco em diferentes formatos, como, também, uma série de “prêmios” oferecidos pelo músico e ultrapassou a meta nas primeiras semanas de divulgação. 
Com três singles lançados e uma excelente recepção por parte dos fãs e da crítica, o músico foi bem sucedido ao resgatar a união na música e  seguindo o conceito tecnológico de código aberto, Kiko propõe com esse novo álbum que as músicas não sejam o estado final da arte e sim o começo.
O grande encontro de Kiko Loureiro e o guitarrista Marty Friedman no single “Imminent Threat” é a prova de que a boa música está acima de qualquer tipo de competição.Kiko anunciou a participação de Friedman em um vídeo publicado em seu canal no youtube, causando euforia entre os fãs e o resultado final foi surpreende. “Nos últimos anos, sempre fui comparado com Marty Friedman, que é um grande músico. Sou grande fã do trabalho solo dele, com o Cacophony e com o Megadeth. Estive com ele pessoalmente em algumas ocasiões e tivemos ótimas conversas sobre música e sobre a vida. Tenho dois convidados no meu novo álbum solo e Marty Friedman é um deles. Estou feliz por tê-lo e ele gravou um solo incrível para uma de minhas músicas. Obrigado, Marty!”, disse.  

As gravações com instrumentos isolados serão disponibilizadas para download gratuito. A partir desses arquivos, qualquer pessoa poderá recriar, remixar e trazer novas perspectivas às músicas originais. Incorporando o conceito de globalização à arte.

OPEN SOURCE chega ao mercado com participação de Felipe Andreoli no baixo e Bruno Valverde na bateria em todas as 11 faixas, além de contar com as participações especiais dos guitarristas Marty Friedman (ex-Megadeth) e Mateus Asato em duas delas.

Ouça o álbum:

Skunk Oil: típico anti-herói no videoclipe de “Godlike”

O Skunk Oil apresenta seu novo single e videoclipe, “Godlike”, trazendo uma letra intrigante, que fala sobre um personagem fictício. “Trata-se de um típico ‘anti-herói’, obcecado pelo poder, influência e controle sobre os outros. É uma música dinâmica e intensa, com ótimos riffs de guitarra”, explicou o guitarrista Dennis D’Angelo, que também dirigiu o clipe, filmado pela Chacon Media.

Veja o clipe de “Godlike”, editado por Rodolpho Ponzio – AMC e com pós-produção de Felipe Delgado:

Para registrar “Godlike”, gravada nos estúdios The Record Company e Dimension Sound Studios, em Boston (EUA), estiveram ao lado de Dennis D’Angelo o tecladista Lucas Tadini, o vocalista Jaska Isola, o baterista Caio Moskalkoff e o baixista Fede Delfino.

Praticando um som com referências a Black Sabbath e Soundgarden, além de influências de Queens of the Stone Age e Muse, o grupo apresentou o EP “Skeletons In The Closet” em 2018, destacando os singles “Elephant’s Paw”, “Ritual” e “Illusion”. “Trabalhamos com elementos do blues-rock, grunge e rock psicodélico dos anos 70 e 90 de uma forma bem equilibrada”, analisou D’Angelo.

O Skunk Oil, que conta com brasileiros radicados em Los Angeles, planeja lançar o próximo trabalho no final do ano. “Continuaremos transportando os ouvintes para diversas jornadas através de músicas que exploram dualidades e conflitos entre mente e o mundo em que vivemos”, concluiu D’Angelo.


Site relacionado: www.skunkoilband.com

Avatar: Assista ao videoclipe de “Colossus”

O AVATAR estreou um videoclipe para seu novo single “Colossus“. A música surge antes do novo álbum do grupo, “Hunter Gatherer”, que a eOne lançará no dia 07 de agosto. Confira:

Reviews

Instagram

Mais acessados