Início Site

The Damnnation: Banda feminina estreia videoclipe “World’s Curse”

A mais nova banda brasileira de metal, THE DAMNNATION, acaba de lançar o videoclipe de estreia, do single “World’s Curse”, que integrará o primeiro EP e será lançado em breve. Com arte de capa concebida por Juan Manuel Gacitua Jara, o EP intitulado “Parasite” passa pelo processo final de gravação e mixagem, com lançamento previsto para o começo de 2020.

The Damnnation é um power trio que começou depois que a guitarrista Renata Petrelli (Marie Dolls, ex- Sinaya) e a baterista Cynthia Tsai (Little Room, ex- Sinaya) decidiram fundar uma nova banda no início de 2019. Procurando por uma baixista, Renata convidou Camis Brandão, (Charlotte matou um cara), para unir forças e fazer um tipo de metal flexível e mais orgânico, sem se agarrar a estereótipos, colocando todas as boas influências do grupo e fazendo novas músicas, com um som único e muita personalidade.

“World’s Curse” traz uma sonoridade nova e extremamente pesada, um estilo diferente dentro do metal extremo sendo difícil de classificar em apenas um gênero específico. O single está disponível em todas as plataformas digitais.

Sepultura: Assista ao vídeo profissional de show em Paris

sepultura

O canal francês Arte.tv disponibilizou em seu canal no youtube o show completo do SEPULTURA registrado profissionalmente no La Maroquinerie de Paris. Confira logo abaixo:

Lindemann: Ouça o novo álbum “F & M”

O LINDEMANN, projeto de metal e algumas experimentações que reúne o vocalista do Rammstein, Till Lindemann, com Peter Tagtgren, do Hypocrisy e Pain, lançou recentemente seu novo álbum, e agora você pode acessa-lo facilmente abaixo. “F & M” é o segundo disco do grupo e chega por meio da gravadora Spinefarm.

“nós não temos regras”, disse Lindemann. “Podemos escrever músicas suaves ou muito pesadas. São sobre as emoções. Nós também queríamos criar algo novo, algo que ainda não havíamos feito antes, seja como Lindemann ou como outra banda”.

O suecssor de “Skills In Pills” (2015) começou a ser desenvolvido a partir do conceito do conto de fadas “Hänsel & Gretel”, dos Irmãos Grimm. A história aborda temas como medo, esperança, pobreza, abundância, canibalismo e morte.

As músicas de “F & M” foram feitas em alemão, diferente do anterior, que foi composto em inglês para diferenciar-se do Rammstein. O idioma da terra natal de Till Lindemann foi usado devido à aproximação com a história dos irmãos Grimm.

Ouça o álbum a seguir:

Jinjer: “Não gosto do enorme hype que estamos tendo”, diz Tatiana Shmailyuk

O Super Metal World recentemente conduziu uma entrevista com a vocalista Tatiana Shmailyuk, da banda ucraniana JINJER. Você pode ouvir a conversa inteira neste local. Seguem alguns trechos (transcritos pelo BLABBERMOUTH.NET e traduzido pela REDE METAL).

Sobre a reação ao seu novo álbum de estúdio, “Macro”:

Tatiana: “Até agora, eu ainda não ouvi nenhuma reação negativa ao álbum, então isso é bom. Não sou eu quem fica navegando na Internet em busca de comentários e reações. Eu não me importo com o que as pessoas pensam porque eu tenho muitas coisas para fazer. Eu não sei … até agora tudo bem. Novamente, eu não ouvi respostas de merda para o álbum “.

Sobre a abordagem na composição para “Macro”:

Tatiana: “Eu não participo da composição das músicas. Tudo o que faço é escrever as letras e tentando alimentá-las com material já escrito. Eu não participo da composição com eles, o resto dos caras , escrevo as música em sua casa e eles nem perguntam a minha opinião sobre o material “.

jinjer-vs

Sobre “Pisces” ser a música que enviou JINJER ao mainstream do metal:

Tatiana: “Infelizmente, ‘Pisces’ perdeu seu charme. Tornou-se viral, o que eu não gosto. Não gosto do enorme hype que estamos tendo agora. Não era para ser assim. Ela é uma música muito pessoal e acredite: Pisces não são para as pessoas que estão implorando por nossa atenção. Eu não gosto dessa palavra ‘mainstream’. As pessoas fizeram o mainstream; nós não. Nós realmente não queremos que seja assim. Mas, no entanto, por outro lado, é muito bom. É muito bom que essa música seja muito apreciada. “

Sobre se ela se sente “cansada” com a recente popularidade de JINJER:

Tatiana: “A única coisa que posso dizer sobre isso é que, pessoalmente, sinto-me pressionada. Sinto um pouco a pressão, mas tenho certeza que as pessoas vão dizer: ‘Ok, mas isso é o que você queria, então não reclame. E direi que, quando sonhei em ser cantora de uma banda, tinha 11 anos e, acredite, não fazia ideia de que os músicos tinham sua própria realidade a enfrentar. Eu não fazia ideia. E não li nenhum artigo ou não assisti a nenhuma entrevista porque, antes de tudo, eu não tinha conexão com a Internet no meu computador. Imaginei que fosse um maldito conto de fadas. [risos] Obviamente, não é assim. tive que fazer tantas entrevistas. [Risos] Sinto que ser músico no século 21 é algo completamente diferente de ser músico no século 20 nos anos 90, por exemplo, e nos anos 70 e 80. Então , Provavelmente não consigo comparar porque nunca vivi naqueles tempos “.

Sobre se ela ainda sente alegria por estar em JINJER:

Tatiana: “Sim, é claro. É claro. Às vezes sua exaustão ou cansaço são tão avassaladores que você meio que para de ver aquelas coisas bonitas todos os dias. Você tem que estar sempre focado. Eu tenho que estar sempre focada no bom o que é realmente difícil para mim. [Risos] Mas estou tentando agradecer e tentando aprender. “

Sobre se sua educação ucraniana tem algum efeito sobre sua perspectiva sobre a indústria da música:

Tatiana: “Não. Acho que nasci assim. Acredito que muitas pessoas pensam que você pode mudar as energias de negativa para positiva. Penso que, na minha opinião, as pessoas nascem com um certo tipo de energia Alguém nasceu triste e alguém nasceu, eu não sei, muito feliz e positiva e, não importa o que aconteça em sua vida, eles sempre são positivos. Eles nem precisam se esforçar para permanecer positivos. energia genuína. E alguém está vendo tudo em preto e branco. É realmente difícil. “

jinjer-macro

“Macro” foi lançado em 25 de outubro pela Napalm Records. Riffs esmagadores, vocais agressivamente misturados e letras surpreendentemente profundas tornam o álbum mais avançado e inegável de “Macro” JINJER até agora – levando o ouvinte a uma jornada de trauma, luta pelo poder e ganância com um cenário de groove metal progressivo.

Rammstein: Mini-Documentário do vídeo clipe de “Ausländer”

rammstein

A banda RAMMSTEIN lançou o videoclipe da música “Ausländer” em maio, e agora eles estão dando aos fãs algumas dicas de como ele foi feito e o que isso significa. Confira o mini-documentário de 10 minutos acima e não deixe deouvir o novo álbum da banda, que demorou 10 anos para acontecer.

Capa e faixas do álbum “Rammstein”:

01.Deutschland
02.Radio 
03.Zeig Dich
04.Ausländer 
05.Sex 
06.Puppe 
07.Was Ich Liebe
08.Diamant 
09.Weit Weg
10.Tattoo 
11.Hallomann 

Korpiklaani: Assista ao vídeo clipe de “Jägermeister”

Korpiklaani

A banda finlandesa de folk metal KORPIKLAANI, que atualmente se preparam para dois shows com os russos do Trollfest no final deste mês, têm o prazer de anunciar que em 2020 continuarão com a turnê mundial “Land Of A Thousand Drinks”. Em paralelo, a banda lançou o vídeo clipe para a faixa “Jägermeister”, filmada em seu recente show em Nova York. O vídeo foi dirigido por Vicente Cordero, com produção da Industrialism Films. “Jägermeister” estará disponível para compra como single digital em 13 de dezembro de 2019, e pode ser conferida logo abaixo:

O vocalista Jonne comentou: “Quando nossa recente turnê pela América do Norte começou, estávamos discutindo fazer um novo vídeo e Jyrki ( do The 69 Eyes) recomendou Vicente, e ele se encaixou perfeitamente. Na época, nem sabíamos que música usar e então nos lembramos que nunca lançamos ‘Jägermeister’, pois isso foi gravado durante as sessões de Manala. Entramos em contato com Vicente e descobrimos que ele tinha tempo livre no dia em que fizemos nosso último show em Nova York. Ele voou para NY, nos encontrou no o PlayStation Theatre e depois filmava na Times Square, nos bastidores e durante o show. Agora é hora do seu remédio favorito, perfeito para aquecer os dias frios do inverno e deixá-lo com aquele clima de festa! Venha beber conosco! “

Hellish War: Confirmados no Abril Pro Rock

hellish-war

“Wine Of Gods”, novo álbum de estúdio do Hellish War, foi lançado em Julho e já vem sendo apontado, por imprensa e público, como um dos melhores trabalhos da carreira do quinteto paulista de heavy metal tradicional.

Além de ter ficado entre os cinco álbuns mais vendidos da loja Die Hard, “Wine Of Gods” vem colecionando elogios de alguns dos mais importantes jornalistas e críticos de rock do país: “Melhor álbum do Hellish War!” (Leandro Coppi – Roadie Crew); “Uma aula de como se fazer o estilo” (Vitor Franceschini – Arte Metal); “Assombroso no quesito música de qualidade” (Celso Lopes – Rumors Mag); “Verdadeiros!” (João Messias Jr. – New Horizons); “Altamente recomendado” (Thomas Engel – Detector de Metal); “Maduro, intenso e verdadeiro” (Sergiomar Menezes – Metal Na Lata); “O álbum mais maduro e inspirado do quinteto” (Leandro Vianna – A Música Continua A Mesma); “Dez sons de alta qualidade” (Alexandre Veronesi – Whiplash).

Financiado pelo Proac Editais, programa de investimento direto do Governo do Estado de São Paulo através da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, “Wine Of Gods” foi gravado no Omni Studio em Cosmópolis/SP e no Reverbera Studio em Santos/SP e mixado e masterizado no PiccoliStudio em Londres, Inglaterra, por Ricardo Piccoli. Dez faixas inéditas compõem esse novo trabalho do Hellish War, entre elas “Warbringer” que traz a participação especial de Chris Boltendahl do Grave Digger.

O sucesso do novo álbum, aliado a solidez de uma carreira bem-sucedida de mais de 20 anos, foram determinantes para a confirmação do Hellish War no line-up do Abril Pro Rock 2020.

Realizado desde 1993 em Recife/PE, o Abril Pro Rock é um dos mais tradicionais e importantes festivais de música em atividade na América Latina!

Consolidando a tendência apontada nos seus últimos anos, em 2020 o Abril Pro Rock continua dando ênfase ao rock pesado para o seu line-up. O evento realizado pela Astronave Iniciativas Culturais acontece nos dias 10 e 11 de Abril, no Baile Perfumado, e dá espaço para as mais diversas tendências do gênero.

Além do Hellish War, também já estão confirmados para o Abril Pro Rock 2020 a grande lenda britânica de grindcore Lockup, além das brasileiras Hatefulmurder, Inherence e Red Razor.

O primeiro lote de 300 ingressos promocionais já está disponível no valor de R$ 50,00 cada e podem ser adquiridos até o dia 12/12 pelo site: https://www.clubedoingresso.com/evento/abrilprorock2020   

Entre outras novidades, a versão em vinil de “Wine Of Gods” do Hellish War já está disponível.
Lançado pela Abigail Records de Portugal, são apenas 200 LPs de 180 gramas disponíveis nas cores preto e vermelho.
Uma loja exclusiva para vendas no Brasil já está disponível com frete grátis para todo país. Para garantir a sua cópia, acesse: http://abigailrecords.iluria.com/

“Wine Of Gods” também está disponível em CD Digipack e em versão digital para todas as plataformas de música:

Spotify: https://spoti.fi/33bJsuG
Deezer: http://bit.ly/2M68TbY
Google Play: http://bit.ly/2Yz8R2T
iTunes: https://apple.co/2OFK7RN
Amazon: https://amzn.to/2YREoZ7
Napster: http://bit.ly/2OM09K5
Youtube: http://bit.ly/33iVKRX

wine-of-gods-hellish-war

Assista também o Lyric Video oficial de “Warbringer” com a participação de Chris Boltendahl:

Mais Informações: 

www.facebook.com/hellishwar
www.instagram.com/hellishwar
www.youtube.com/hellishwarofficial 
www.twitter.com/hellishwar 
www.facebook.com/AbigailRecordsBr
www.facebook.com/festivalabrilprorock
www.proac.sp.gov.br

Press Release: Som do darma

Thorhammerfest 2020: Edição comemorativa de 10 anos trará bandas inéditas

O tradicional festival THORHAMMERFEST celebrará seu décimo aniversário no próximo ano, trazendo ao Brasil bandas inéditas como Cernunnos, da Argentina, e Bornholm, da Hungria, além de uma seleção brasileira de peso: Vingard, Tandra, The Heathen Scythe, Crown Of Fallen Heroes e Miasthenia. O festival, que será realizado em São Paulo/SP no dia 02/11/2020 celebrará não apenas o aniversário do evento, mas também o pioneirismo de seu criador, Cecil Berserker Forlenza, um grande admirador do Folk/Pagan Metal e seus derivados. Cecil conta que o festival surgiu como uma maneira de aproximar o público brasileiro cadê vez mais perto destes estilos que seguem em crescimento pelo mundo: “Acredito que o apogeu na Europa já tenha passado, porém aqui mesmo com a crise econômica, nós temos ainda um grande potencial nesta temática. O nosso festival não apenas trabalha com Folk e Pagan Metal, mas sim diversos estilos que mencionam folclore, natureza, mitologia, história antiga e paganismo em suas letras e sonoridades”.

As atrações inéditas, CERNUNNOS e BORNHOLM, atendem o anseio do público, que segundo a produção, tem solicitado a vinda de diversas bandas. Os argentinos do CERNUNNOS atualmente estão divulgando o EP “The Svmmoner”, composto de quatro faixas e que mostram uma clara evolução em relação ao debut “Leaves of Blood”, lançado em 2016. E com quatro álbuns na bagagem, a banda húngara BORNHOLM completará vinte anos de atividades no próximo ano, tendo lançado seu último trabalho, “Primaeval Pantheons” em 2016. A banda está trabalhando no novo álbum, que provavelmente será lançado em 2020.

Bornholm

A décima edição do THORHAMMERFEST será realizada no Clube Piratininga (em Santa Cecília), e para quem comprar o ingresso do primeiro lote pagará o valor de cada entrada para a pista com o preço do evento de 2012, ou seja, apenas R$ 50,00 neste lote limitado. As vendas já estão disponíveis pelo Clube do Ingresso e posteriormente nas lojas físicas da Galeria do Rock em São Paulo. Quem adquirir esta pré-venda receberá como brinde um CD “Live at Thorhammerfest” da banda Pagan Throne ou um DVD dos últimos headliners (Skyforger, Ereb Altor, Månegarm e Primordial) do festival, gravado ao vivo no evento. Os itens serão entregues na entrada do festival.

Compre o ingresso aqui:

https://www.clubedoingresso.com/evento/thorhammerfest-02-11-2020

Contatos:
Site oficial: 
www.thorhammerfest.com.br
Facebook: www.facebook.com/thorhammerfest.festival
Grupo no Facebook: www.facebook.com/groups/thorhammerfest
Instagram: www.instagram.com/thorhammerfest
Assessoria de Imprensa: www.wargodspress.com.br

Doctor Pheabes: Assista ao vídeo clipe de “Army of the sun”

doctor-pheabes

A banda Doctor Pheabes acaba lançar o videoclipe do single “Army of the sun” faixa título do promissor álbum lançado em 2019.

A música está entre as mais acessadas nas plataformas digitais do grupo e segue crescendo no mercado americano.

O vídeo é focado 100% na performance do grupo, foi filmado em um Heliponto na capital paulista, tem clima de super produção e a composição e finalização ficaram por conta da produtora Interface filmes.

Assista videoclipe de “Army of the sun”:

Formada por Eduardo Parrillo (vocal), Fernando Parrillo (guitarra), Fabio Ressio (baixo) e Paulo Ressio (bateria), a Doctor Pheabes tem no currículo gigs no Rock in Rio, Lollapalooza e aberturas para monstros do rock como Guns N’ Roses, Creedence e Rolling Stones. 

Doctor Pheabes é:
– Eduardo Parrillo – Vocal
– Fernando Parrillo – Guitarra
– Fabio Ressio – Baixo
– Paulo Ressio – Bateria

Outras informações: 

http://doctorpheabes.com
https://facebook.com/doctorpheabesofficial/  
https://www.instagram.com/doctor_pheabes/

Royal Rage: Ouça o novo single “Bloodlust”

Os thrashers curitibanos do ROYAL RAGE estão divulgando seu novo single, intitulado “Bloodlust”. Lançado cerca de um ano após sua estreia com o álbum “Conquer”, essa é a primeira amostra do novo CD, “Evolve”, ainda sem previsão de lançamento. A música é uma verdadeira pancada no ouvido. Cheia de energia, velocidade, agressividade, é um prato cheio para qualquer fá de Thrash Metal. Além de ser a trilha sonora perfeita para o mosh pit, a letra foi uma descarga emocional imensa.

O vocalista, Pedro Ferreira, diz o seguinte: “pouco após o falecimento dos meus pais, eu herdei uma responsabilidade muito grande e eu não estava pronto para isso. Infelizmente eu não soube lidar com a situação e guardei o meu luto para assumir a responsabilidade da melhor maneira que pude, o que foi um puta tiro no pé. Ter segurado uma tristeza tão intensa por tanto tempo fez com que o sentimento evoluísse para uma depressão profunda, com direito a pensamentos suicidas, perda de memória, endividamento, perda de amigos e brigas familiares. Eu fui até o fundo do poço e por um bom tempo eu fiquei ali sem me dar conta. A doença me abraçou e me impediu de ser quem eu era. Graças a Deus, a meu psiquiatra, minha psicóloga, minha noiva e meu enteado, hoje eu sou outra pessoa. Hoje eu consigo liberar meus sentimentos na música e não me auto-mutilar psicologicamente.”.

Pedro Ferreira (vocal/guitarra), Luiz Rodrigues (guitarra), Airton Senna (baixo) e Tiago Rodrigues (bateria) agora darão sequência na produção de outro single (que virá acompanhado de um vídeo clipe) e nas gravações de “Evolve”.

Ouça “Bloodlust” no Spotify:

Contatos:

Facebook: www.facebook.com/royalrageband
Instagram: www.instagram.com/royalrageofficial
Assessoria de Imprensa: www.wargodspress.com.br

Instagram

Mais acessados

Ouça esse som!