Conhecida por levantar questionamentos em quase tudo o que faz, a banda alemã RAMMSTEIN causou uma grande comoção em seus fãs após uma ação ousada durante um show na Rússia, conhecida por suas leis anti-LGBT.

A banda tocou no Luzhniki Stadium em Moscou, em julho, logo após a música de abertura, “Aüslander”, os dois guitarristas se beijaram, buscando desafiar propositalmente as leis anti-LGBT do país. As leis russas, “com o propósito de proteger as crianças da informação que advogam por uma negação dos valores familiares tradicionais” proíbe estritamente qualquer coisa que “desperte interesse em” tais relações ou faça “propaganda de relações sexuais não tradicionais”.

A banda alemã ainda postou uma foto do acontecimento em seu Instagram e a legendou “Россия, мы любим тебя!” ou “Rússia, nós amamos você!”.

Isso não deveria ser nem de longe surpreendente, já que a banda começou a causar ainda mais polêmica desde o começo da promoção de seu novo álbum, auto-intitulado, com um vídeo clipe criticando o nazismo e outro criticando a colonização em terras africanas.

Um fã postou imagens do momento em seu Twitter, no player logo abaixo.

Bom, muitas pessoas vem se perguntando se os integrantes da banda estão apenas surfando numa onda, ou se realmente se importam com as questões relacionadas a homofobia. Tudo o que se sabe é que eles usam botes ao invés de pranchas!

Ver essa foto no Instagram

Equal rights for all #rammstein #lgbtqpoland

Uma publicação compartilhada por Schneider (@christophschneider_official) em

Fã de sludge/stoner/doom e bandas pontuais de várias outras vertentes. Paulistano esperando a volta segura de shows, fã de uma boa competição, seja ela qual for. Aqui na Rede Metal faz curadoria e publicação de conteúdo e toda parte administrativa e estratégica.