O Quiet Riot anunciou oficialmente que o grupo continuará, mesmo após a morte recente do veterano baterista Frankie Banali.

A notícia veio em um comunicado compartilhado diretamente nas páginas de mídia social do Quiet Riot, onde eles disseram:

“Era o desejo de Frankie Banali que a banda continuasse e mantivéssemos a música e o legado vivos.”

Embora Banali não tenha sido um membro fundador do grupo, ele estava entre as figuras mais antigas da banda. Depois que o cantor e último membro original remanescente Kevin Dubrow morreu em 2007, Banali colocou a banda em suas costas e adicionou mais três álbuns de estúdio ao legado do Quiet Riot antes de morrer de câncer pancreático em estágio 4 em 20 de agosto.

Falando sobre a força da atual formação do Quiet Riot, a banda também acrescentou:

“Chuck Wright está em torno da banda desde 1981 e tocou não apenas na música ‘Metal Health’, mas em muitos outros álbuns do Quiet Riot. Alex Grossi tocou está na banda desde 2004 em turnê e gravação. Jizzy Pearl é membro da família Quiet Riot desde 2013 e Johnny Kelly tem feito um ótimo trabalho preenchendo bateria no ano passado com a bênção de Frankie. “

Olhando para o futuro, eles se gabaram:

“Estamos felizes por ter programas no calendário com muito mais TBA e estamos ansiosos para celebrar a história e o legado do Quiet Riot com todos vocês em 2021 e além… !!”

Fã de sludge/stoner/doom e bandas pontuais de várias outras vertentes. Paulistano esperando a volta segura de shows, fã de uma boa competição, seja ela qual for. Aqui na Rede Metal faz curadoria e publicação de conteúdo e toda parte administrativa e estratégica.