Phantom Elite: Max Van Esch, Marina La Torraca e Joeri Warmerdam

O Phantom Elite surgiu há alguns anos da parceria entre Sander Gommans (guitarrista e fundador do After Forever) e a brasileira cantora Marina La Torraca (Exit Eden) e logo se tornou um  dos projetos mais ambiciosos de Symphonic Metal, trazendo melodias ricas e cheias de boas influências, com muito peso técnica e temas modernos.

Em seu mais novo disco intitulado “Titanium” a temos uma sonoridade bem diversificada, mais pesada e moderna que transita facilmente por diversos estilos e mostra uma personalidade muito forte, e parte disso de deve a qualidade absurda da nossa compatriota Marian La Torraca, que explorou todas as nuances de seus vocais, mesmo sem fugir de suas raízes.

A evolução da banda em relação ao seu primeiro trabalho “Wasteland” fica evidente logo de cara na poderosa “Conjure Rains” e na poderosa “Diamonds and Dark” com riffs de tirar o folego e um belíssimo refrão que gruda na cabeça logo na primeira audição. Assim como a excelente “The Race”, e sua mensagem de força, auto aceitação e superação (conceito inclusive que parece permear todas as letras do disco).

Outras faixas como “Worst Part of Me”, com participação de Stef Rikken (No Loose Ends e Another Now) e “Silver Lining” com Amanda Somerville (que também participa nos backing vocals de “Eyes Wide Open”) impressionam pela qualidade das composições, mas é sem dúvida em “Class Crown” que a banda mostra à que veio. É sem dúvida uma das faixas onde os vocais de Marian mais se destacam e mostram todo seu potencial.

A épica faixa titulo “Titanium” traz uma boa dose de peso e melodia, com momentos mais rápidos e outros mais cadenciados e progressivos, sem perder energia e a coerência. É a faixa mais longa do disco e com certeza a qual a banda se focou em mostrar um pouco de cada influência na sua sonoridade. Temos desde elementos clássicos de metal até alguns contratempos característicos de jazz fusion.

Resumindo: é um baita disco de metal moderno, com uma banda competente em ascensão, abrilhantado por uma vocalista brasileira que vem ganhando cada vez mais reconhecimento na cena mundial e trazendo cada vez mais orgulho para todos nós. Vida longa ao Phantom Elite. Voa Marina!!!!