O Lacuna Coil tocou no evento de transmissão ao vivo e grátis “L’Ultimo Concerto?” em 28 de fevereiro, ou melhor, não tocou nada. A banda simplesmente ficou no palco em silêncio antes do próximo ato ser agendado para começar, e os fãs estavam confusos e irritados.

Agora em um novo vídeo postado na página do Facebook do Lacuna Coil, a vocalista Cristina Scabbia explica porque a banda fez o que fez.

“Sei que muitos de vocês tem acessado o site ultimoconcerto.it esperando um show ao vivo que nunca aconteceu. O que vocês viram foi um vídeo nosso entrando na casa de shows Alcatraz em Milão e parados no palco, olhando para um clube vazio.

“O que fizemos foi participar de uma greve italiana, e estou aqui explicando em inglês porque muitos de vocês provavelmente não conseguiram ler o que estava escrito no site e não conseguiram descobrir que esse evento já estava muito estranho desde o início, porque mais de 120 bandas italianas tocando de diferentes clubes ao mesmo tempo já era algo muito incomum – sem falar do fato de que nunca realmente promovemos isso, nunca realmente falamos sobre isso, nunca repassamos alguns de seus posts, e se você pensar em Live From The Apocalypse, sempre fizemos isso.

“Claro, não podíamos dizer nada, porque o objetivo era fazer barulho”, continuou ela. “Então, eu entendo totalmente sua frustração, eu entendo totalmente sua raiva e, acredite, todos nós [no] Lacuna Coil queríamos estar naquele palco para fazer um show de verdade para você. O que você tem que entender, no entanto, é não é fácil organizar um concerto, e há custos por trás disso que você nem pode imaginar.

“Então, o objetivo da greve italiana que aconteceu ontem foi chamar a atenção para o fato de que os clubes estão fechados há um ano por causa da pandemia, e não sabemos quando eles vão reabrir novamente. Então, eu quero agradecer galera, porque mesmo com suas mensagens raivosas, mesmo com sua decepção, vocês nos ajudaram a gritar ainda mais alto.

“Alguns de vocês escreveram, é inútil ‘atacar’ ou ‘usar os fãs’, o que é algo que nunca fizemos intencionalmente. Bem, pensem no fato de que a banda é seguida por muitos jornalistas também, seus comentários raivosos estão ajudando ainda mais a cena musical, porque as pessoas verão isso e verão que a música sem clubes ao vivo está perdendo uma grande parte.

“Estou aqui para agradecer a vocês e dizer que estamos muito magoados com alguns dos comentários, mas sabemos que valerá a pena”, acrescentou Scabbia. “Então, nós queremos agradecer a você.

“Esperamos vê-los em um clube de verdade, em um show de verdade muito, muito em breve. E obrigado pela compreensão. [Nós] amamos vocês.”

Rede Metal no Instagram:

Fã de sludge/stoner/doom e bandas pontuais de várias outras vertentes. Paulistano esperando a volta segura de shows, fã de uma boa competição, seja ela qual for. Aqui na Rede Metal faz curadoria e publicação de conteúdo e toda parte administrativa e estratégica.