Três ex-integrantes do Judas Priest se reuniram em uma nova banda, chamada KK’s PRIEST. O projeto conta com o guitarrista K.K. Downing, o vocalista Tim “Ripper” Owens e o baterista Les Binks. A formação se completa com os músicos A.J. Mills (Hostile) na guitarra e Tony Newton (Voodoo Six) no baixo.

Em nota, K.K. Downing comentou que seguir com o KK’s Priest não só era inevitável, como essencial para ele.

“Em função da enorme demanda e do apoio dos fãs pelo mundo, sinto que é aqui onde eu pertenço. Os fãs podem esperar um repertório com os verdadeiros clássicos do Priest com músicas inéditas”.

O projeto já trabalha em seu primeiro álbum de estúdio. O trabalho chegará a público por meio da gravadora Explorer1 Music Group. Alguns shows para este ano, celebrando os 50 anos do Priest e de Downing, estão prestes a serem anunciados.

Membro fundador do Judas Priest, K.K. Downing saiu da banda em 2011, alegando que iria se aposentar. Após isso, abriu uma espécie de resort de golfe, mas o empreendimento foi à falência. Em 2018, o guitarrista demonstrou chateação ao não ser convidado para ocupar a vaga de Glenn Tipton na turnê do álbum “Firepower” – o colega de Downing ficou afastado das apresentações devido a um estágio já avançado de Parkinson.

Tim “Ripper” Owens, por sua vez, fez parte do Judas Priest entre 1996 e 2003, substituindo Rob Halford. Ele gravou os álbuns “Jugulator” (1997) e “Demolition” (2001). Já Les Binks integrou a banda entre 1977 e 1979, participando dos discos “Stained Class” (1978) e “Killing Machine” (1978).

Fã de sludge/stoner/doom e bandas pontuais de várias outras vertentes. Paulistano esperando a volta segura de shows, fã de uma boa competição, seja ela qual for. Aqui na Rede Metal faz curadoria e publicação de conteúdo e toda parte administrativa e estratégica.