O Kiss anunciou a remarcação de seus shows no Brasil, que estavam previstos para maio deste ano e depois foram transferido para novembro. As apresentações, agora, foram agendadas para outubro de 2021, mas duas cidades saíram da rota.

Os shows em Uberlândia e Brasília foram cancelados pelo Kiss. A banda manteve apenas as datas em São Paulo, Ribeirão Preto, Curitiba e Porto Alegre.

Veja as novas datas, além dos locais:

16/10/2021 – São Paulo, Allianz Parque
17/10/2021 – Ribeirão Preto, Arena Eurobike
19/10/2021 – Curitiba, Pedreira Paulo Leminski
21/10/2021 – Porto Alegre, Arena do Grêmio

A produtora BConcerts confirma que quem comprou ingresso para Uberlândia, poderá usá-lo em Ribeirão Preto, Curitiba ou Porto Alegre. Não tendo interesse, é possível trocar o ingresso por outros eventos da mesma produtora ou repassar a terceiros.

A Opus Entretenimento não informou como será o procedimento relacionado aos ingressos de Brasília. Para mais informações, busque os contatos da produtora Opus ou entre no site Uhuu.com.br.

Vale lembrar que a Lei 14.046/2020, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro em agosto deste ano, permite que produtoras de eventos não sejam obrigadas a reembolsar, em reais, valores pagos por consumidores. No entanto, eles devem assegurar a remarcação do serviço cancelado ou a disponibilização de crédito para uso ou abatimento na compra de outros serviços, reservas e eventos.

Nos casos de Uberlândia e Brasília, mesmo com os shows cancelados, não há obrigação de reembolsar os consumidores. As empresas poderão liberar créditos para adquirir ingressos de outros eventos realizados por elas. O reembolso só é oferecido na impossibilidade de remarcação ou de disponibilização de crédito em outros eventos.

Fonte: Igor Miranda

Rede Metal no Instagram:

Fã de sludge/stoner/doom e bandas pontuais de várias outras vertentes. Paulistano esperando a volta segura de shows, fã de uma boa competição, seja ela qual for. Aqui na Rede Metal faz curadoria e publicação de conteúdo e toda parte administrativa e estratégica.