Uma das maiores revelações dos metal extremo nacional, o trio paulista Justabeli chega ao seu terceiro material de estúdio ainda mais pesado e agressivo.

Seguindo a boa e velha escola do death/black metal simples e direto, a banda apresenta o que seria a trilha sonora perfeita para o apocalipse, em nove faixas de pura blasfêmia.

O disco no geral traz composições bem cadenciadas alternando levadas rápidas e violentas. Em algumas partes chega a lembrar o Dimmu Borgir em seus primórdios, porém sem as orquestrações, o que uma sonoridade mais direta e enxuta ao disco.

Dois pontos que merecem destaque fica por conta da produção do disco que ficou bem superior aos disco anteriores e a qualidade dos músicos que ficou ainda mais evidente neste álbum.

A porradaria come solta da primeira à última faixa e borbulham fúria e sangue a cada riff. É perceptível a paixão e entrega dos músicos em cada composição.

Os destaques ficam por conta da matadora faixa titulo ” Intense Heavy Clash”, “Jaws of Death” e sua belíssima intro, “Satan War Black Metal” e “No Compassion for Traitors”

É um disco simples, direto e honesto como deve ser um disco de metal extremo, porém como uma produção cuidadosa, que deu um brilh….digo, escuridão a mais.

Vaaaaaiiii Capeeetaaaaaa!!!