A banda de AOR Journey anunciou através de suas mídias sociais a adição do baixista Randy Jackson e do baterista Narada Michael Walden ao grupo.

Neal Schon, guitarrista e membro fundador da banda, anunciou pessoalmente em suas redes sociais.

A nova formação do Journey realizou uma performance em vídeo, em distanciamento social, da música Don’t Stop Believin’ para o evento virtual da UNICEF dos EUA, chamado de UNICEF We Won’t Stop, que foi ao ar na MSNBC. Junto com a banda, o vídeo conta com a ajuda do tecladista e vocalista Jason Derlatka.

Confira abaixo:

Randy Jackson não é estranho para o Journey, sendo que ele já tocou com a banda anteriormente, de 1985 a 1987, também gravando o álbum de 1986 chamado Raised on Radio. Já Walden é um músico e produtor bem conceituado, que já trabalhou com nome como Whitney Houston, Mariah Carey, e Aretha Franklin. Ele inclusive ganhou três Grammy Awards, sendo um em 1987 como melhor produtor do ano, outro de melhor álbum do ano pela soundtrack do filme O Guarda-Costas de 1992, que até hoje é a soundtrack de filme mais vendida da história, com 45 milhões de álbuns vendidos no mundo todo. Walden também ganhou um Grammy na categoria música R&B do ano pela música Freeway of Love, interpretada por Aretha Franklin, lançada em 1985.

No dia 3 de março, Neal Schon e o tecladista do Journey Jonathan Cain entraram com um processo contra o baixista Ross Valory e o baterista Steve Smith, ambos membros do grupo desde 1973 (com algumas saídas e voltas durante esse tempo), clamando que os dois tentaram um “golpe” para tentar ganhar controle da marca Journey. O processo, que pede mais de 10 milhões de dólares por danos, acusa Smith e Valory por terem feito uma reunião “imprópria” com acionistas e o conselho de administração em fevereiro, durante a qual expulsaram Cain e Schon dos cargos de liderança da Nightmare Productions, sob a suposição “incorreta” de que a empresa detinha os direitos sobre o nome “Journey”.

Um mês depois, Valory revidou com um processo contra Schon e Cain, acusando-os de quebra de contrato e por terem causado a ele sofrimento emocional. Ele busca “compensações por danos do passado e do futuro”, e também pede a um juiz que determine quem possui os direitos do nome da banda Journey.

O advogado de Cain e Schon, em entrevista a revista Rolling Stone em março, disse:

“O nome Journey é controlado por Neal Schon e Jonathan Cain. E por uma boa razão, eles não querem mais fazer performances com o Smith e o Valory mais, eles não querem ter mais nada com eles, e isso é direito deles. Eles continuarão com o Journey, continuarão com o grande sucesso do passado e esses dois caras serão substituídos.”

No início do mês, o Journey cancelou sua já anunciada turnê norte-americana devido ao surto de COVID-19. A turnê era para ter início no dia 15 de maio. Até o momento novas datas não foram anunciadas.

Aficionado pela vertente mais melódica do estilo, em especial o Power Metal. Começou a ouvir um som mais pesado no início dos anos 2000, e até hoje tem como hobby conhecer novas bandas que possam integrar sua lista de audição.