O baixista Markus Grosskopf concedeu uma entrevista ao site G1 dias antes de se apresentar no festival Rock in Rio. A banda é uma das atrações do Palco Mundo no “dia do metal”, realizado nesta sexta-feira (4) e também conta com Iron Maiden, Scorpions, Sepultura, Anthrax, Slayer e mais.

Ao ser perguntado sobre o sucesso do Helloween no Brasil, Markus Grosskopf foi categórico na resposta: “No Brasil, vi pessoas chorando só pelo fato de se sentirem tocadas pelo que as bandas estão fazendo. Elas realmente entendem do que estamos falando, enxergam o significado”.

Em seguida, completou: “Não vamos fingir nada além do que somos. Nós somos o que somos e estamos dizendo às pessoas que tudo bem ser o que você é”.

Ainda durante o bate-papo, o baixista falou sobre o próximo álbum do Helloween, o primeiro desde a volta do vocalista Michael Kiske e do guitarrista e também cantor Kai Hansen. “Não sabemos o que esperar. Temos algumas ideias e só precisamos juntar as coisas para transformá-las em verdadeiras músicas do Helloween”, disse.