O frontman Tobias Forge, o músico por trás do GHOST e seus integrantes misteriosos, está determinado a gravar o próximo álbum da banda quase completamente sozinho. Isso significa que nenhuma banda ao vivo de Forge, também conhecida como Nameless Ghouls, fará uma participação no eventual sucessor de “Prequelle”.

Isso não deve ser um choque para os ouvintes familiarizados com o modus operandi de Forge. Embora o líder do grupo Ghost planeje usar alguns músicos para completar o material, os integrantes ao vivo do grupo terão uma pausa prolongada. “Se não estou perguntando a todos, não quero perguntar a ninguém”, explicou Forge.

Pode ser que isso seja apenas um trauma, já que integrantes antigos estão há alguns anos processando Forge por conta de autoria em conjunto de seus primeiros álbuns, não sendo remunerados como deveriam, segundo os ex-integrantes.

Fã de sludge/stoner/doom e bandas pontuais de várias outras vertentes. Paulistano esperando a volta segura de shows, fã de uma boa competição, seja ela qual for. Aqui na Rede Metal faz curadoria e publicação de conteúdo e toda parte administrativa e estratégica.