Um protesto em forma de oração compartilhada foi realizado nos últimos dias em Midland, no Texas, Estados Unidos, devido à presença do Ghost na cidade. A banda fez uma apresentação no Wagner Noel Performing Arts Center na segunda-feira, 19 de novembro, e tem preocupado religiosos locais, que classificam o grupo como “adorador do demônio que promove mensagens satânicas”.

Ghost

O pastor Larry Long representou os religiosos em questão durante entrevista à rádio KWEL, transcrita pelo Blabbermouth. “O que essas pessoas estão pensando? Eles são parte de nossa comunidade? Eles se importam com o que a maioria da nossa comunidade pensa sobre algo assim? É notável até mesmo que tenham contratado uma banda dessas”, disse, inicialmente.

Embora aceite que “liberdade religiosa” também signifique “liberdade para ‘irreligião’ e anti-cristianismo”, o pastor afirmou que a passagem do Ghost pela cidade “não é saudável” para a comunidade. “Tenho certeza que a banda acredita que o demônio é real. Duvido que estejam fazendo isso apenas como tema para suas músicas. Se você ler algumas letras, são realmente perturbadoras”, afirmou.

Em seguida, Larry Long cita uma música chamada “Satan’s Hammer” (que, na verdade, se chama “Square Hammer”) e afirma: “A pessoa cantando busca relação com o demônio. Se jovens vão a um show assim e pensam que é divertido, tipo Halloween… quem sabe ao que estariam abrindo seus corações?”. O pastor também disse, sem citar fontes, que teria lido um relato de que o Ghost teve dificuldades para gravar um álbum em Nashville porque “o conteúdo musical é tão demoníaco que tiveram dificuldade em encontrar pessoas para cantar”.

Por fim, Long destacou pensar que o Ghost “realmente adora o demônio”. “Como um cristão bíblico, creio que o diabo seja real. Imagino que talvez algumas pessoas digam que estamos exagerando. Vocês só pensam assim se não acham que o demônio é real”, afirmou.

Apesar dos protestos terem conquistado repercussão, o Ghost não alterou em nada a sua programação: o show continuou agendado. A banda não se manifestou sobre a polêmica até o momento.

Em 2019, o grupo vai excursionar pela Europa e Oceania.

Saiba mais sobre GHOST.

Fã de sludge/stoner/doom e bandas pontuais de várias outras vertentes. Paulistano esperando a volta segura de shows, fã de uma boa competição, seja ela qual for. Aqui na Rede Metal faz curadoria e publicação de conteúdo e toda parte administrativa e estratégica.