Durante entrevista com Eddie Trunk, Ian Gillan elogiou a contribuição de Steve Morse para o Deep Purple, onde entrou em 1994 assumindo o posto de Ritchie Blackmore, que conforme Gillan, havia tornado as coisas insustentáveis.

DP

“O Deep Purple estava afundando com Ritchie. Tocávamos em casas pequenas na Europa, um dos nossos territórios mais fortes – na Alemanha, e os shows nunca estavam lotados. Então, se Ritchie tivesse permanecido, teríamos encerrado atividades, seria o fim de tudo(…) Quando Morse assumiu ele reavivou a banda. Estávamos muito pra baixo. Digo, Joe Satriani (que assumiu alguns shows depois da saída de Blackmore e antes da chegada de Morse) nos salvou de um afogamento completo e nos tirou do buraco, mas Steve nos ajudou a reconstruir as coisas com o ‘Purpendicular’ e, dai em diante, embarcamos em uma coisa completamente diferente, um outro jeito de trabalhar e tudo mais. Ele tem sido fantástico”.

Saiba mais sobre Deep Purple.

Fã de sludge/stoner/doom e bandas pontuais de várias outras vertentes. Paulistano esperando a volta segura de shows, fã de uma boa competição, seja ela qual for. Aqui na Rede Metal faz curadoria e publicação de conteúdo e toda parte administrativa e estratégica.