A música extrema brasileira tem agora um novo monstro representante da brutalidade: DEATH CONSPIRACY! O grupo paulista de Modern/Brutal Technical Death Metal lançou em todas as plataformas tradicionais de streaming seu single de estreia, “Living To Explain”, e junto com ele um videoclipe – tão brutal quanto sua sonoridade – através do conceituadíssimo canal americano de lançamento de vídeos no YouTube, Metal Monks!

Fãs de bandas como Death (fase técnica), Cannibal Corpse, Abysmal Dawn, Hate Eternal, Meshuggah, Decapited e Fear Factory, irão mergulhar de cabeça na sonoridade do DEATH CONSPIRACY, similar a uma hecatombe devastadora de fazer monstros como Godzilla se sentirem como um Pikachu!

Confira o vídeo de “Living To Explain”:

Mixagem, masterização, direção de arte e produção por Michel Villares (M&H Studio)
Direção de arte por Dough D’Magalhães
Edição por: Dough D’Magalhães e Ricky Franco
Vídeo filmado no Black Saga Studio
Logo por Caio Garibaldi (Garibaldi Tattoo Studio)

O vídeo de “Living To Explain” conta com a participação especial de Emerson Soares (Apokrisis) no baixo, também responsável pelas excelentes artes gráficas do grupo e é dedicado ao grande amigo da banda e músico Gustavo Polidori (guitarra, Hatematter), que infelizmente veio a falecer recentemente.

O  DEATH CONSPIRACY era um projeto de Brutal Technical Death Metal, inicialmente formado como um trio no ABC Paulista (região da grande São Paulo), em 2016, por Bruno Toledo (guitarra), Harrison Duarte (guitarra) e Dough D’Magalhães (bateria). Seu objetivo desde a formação era mostrar dentro do Death Metal um trabalho brutal, técnico, fugindo do tradicionalismo simplista consagrado do estilo e abusando de riffs, escalas com mudanças de ritmo abruptas. Com a entrada do vocalista, baixista e conceituado produtor Michel Villares (X-Empire, Silence Tempest e Raiging Evil), também proprietário do M&H Studio, em 2018, a banda realmente se encontrou musicalmente. Guardadas as devidas proporções, seria como se o Death, do saudoso Chuck Schuldiner e uma das maiores influências do grupo, ainda existisse e continuasse se modernizando e incorporando diversas amplitudes sonoras, como por exemplo o Djent e Industrial, em produções brutais e cristalinas. “Living To Explain”, umas das primeiras composições já como quarteto, superou tanto as expectativas dos músicos que o conceito de projeto inicial foi rapidamente abortado, tornando-se em uma banda realmente sólida e prolífica. Em outubro de 2020, “Living To Explain” foi lançado como single e vídeo, enquanto a banda continua no processo de gravação de seu primeiro EP “Intolerance”, com previsão de lançamento ainda para esse ano. E, mesmo com a pandemia de coronavírus que está assolando o mundo, a máquina DEATH CONSPIRACY não parou e continua se preparando cada vez mais e melhor, ensaiando para iniciar sua maratona de shows e, também, compondo dez novas músicas para o lançamento de seu primeiro álbum completo já intitulado, “Into The Oblivion”. Se prepare, pois DEATH CONSPIRACY, o novo monstro da brutalidade técnica brasileira, vai fazer um “estrago”!

Formação:

Michel Villares – Vocal/Baixo/Produção
Bruno Toledo – Guitarra
Harrison Duarte – Guitarra
Dough D’Magalhães – Bateria

Discografia:

“Living To Explain” (Single/2020)
“Intolerance” (EP/2020)
“Into The Oblivion” (Álbum/2021)

www.facebook.com/deathconspiracy

Rede Metal no Instagram:

Fã de sludge/stoner/doom e bandas pontuais de várias outras vertentes. Paulistano esperando a volta segura de shows, fã de uma boa competição, seja ela qual for. Aqui na Rede Metal faz curadoria e publicação de conteúdo e toda parte administrativa e estratégica.