Quando as pessoas ouviram pela última vez o prog-metal de San Diego CORELIA, o mundo era bem diferente em comparação ao que vivemos hoje em dia, em todos os âmbitos. Esse é apenas um dos pontos bordados por pessoas dentro do Facebook quando a banda ressurgiu de repente nesta semana.

Em 2015, a banda arrecadou mais de US $ 33.000 de fãs através de um evento de arrecadação de fundos pela plataforma Indiegogo para gravar seu álbum de estréia e desapareceu um ano depois. O álbum ainda não foi lançado!

Curiosamente, o grupo ressurgiu das cinzas em 2020 para combater uma conta falsa do Facebook criada com um nome muito parecido com a banda. Em 11 de abril, a página Corelias postou uma atualização supostamente de um ex-membro do grupo. “Então este é o ponto, devido à luta interna na banda, nunca conseguimos lançar nosso álbum“, afirmou. No entanto, a página foi atribuída à um troll da Internet.

Ainda assim, a conta falsa do Corelia fez a banda sair do esconderijo. No Facebook – assim como na página de angariação de fundos – o grupo real não forneceu uma atualização do álbum desde outubro de 2016, uma das únicas duas mensagens que o grupo compartilhou no ano logo após levantar o dinheiro. Isso mudou esta semana.

Chegou ao nosso conhecimento que existe uma página no Facebook com ortografia semelhante à nossa que foi criada para representar um membro anônimo da nossa banda”, explicou Corelia no domingo (19 de abril). “Infelizmente, um membro da nossa banda interrompeu abruptamente toda a comunicação há mais de um ano, apesar de nossas tentativas de continuar a comunicação. Acreditamos que o proprietário dessa página seja essa pessoa, por isso fizemos outras tentativas de contatá-lo, sem resposta.

Eles continuaram: “Nós sentimos muito por tudo o que os fãs de Corelia tiveram que passar. Nós sempre quisemos terminar este álbum que passamos tanto tempo gravando e mostrar ao mundo nossa arte. Mas, infelizmente, isso foi uma estrada muito esburacada“.

Sem surpresa, a reação dos fãs à recente mensagem de Corelia no Facebook não foi das melhores: “Talvez vocês devessem devolver nosso dinheiro que não existe mais“, sugeriu um usuário. “Cara, vocês tiraram mais de 35k dos fãs e não produziram nada“, disse outro. Veja mais desses comentários abaixo.

Na segunda-feira (20 de abril), a pessoa por trás da falsa página do Corelia no Facebook se identificou como Tim Ossenfort, um produtor de metal de Los Angeles. Naquele dia, o instigador acrescentou: “Isso foi tudo pela piada, não pela minha música, mas se você quiser conferir algum prog metal legítimo de alguém que nunca roubou 35k de seus fãs, por favor, confira a música mais recente da minha banda!

Fã de sludge/stoner/doom e bandas pontuais de várias outras vertentes. Paulistano esperando a volta segura de shows, fã de uma boa competição, seja ela qual for. Aqui na Rede Metal faz curadoria e publicação de conteúdo e toda parte administrativa e estratégica.