Confesso que essa notícia não tem muito a ver com Metal, serve mais para as rodas de mesa de bar. Mesmo assim, quando falamos em sons altos e brutais, os fãs de metal em geral são parte dos especialistas no assunto!

Cientistas afirmam ter criado um som subaquático tão alto que ferve imediatamente a água e pode até mesmo romper seu coração e pulmões caso seja ouvido fora de um ambiente aquático. Em outras palavras, é o som mais brutal já criado!

Uma equipe de pesquisadores, que incluiu membros do Laboratório Nacional de Aceleradores SLAC do Departamento de Energia dos Estados Unidos e um instituto suíço relacionado, descreveu o experimento como pequenas explosões direcionadas e subaquáticas por meio de poderosos raios-X que instantaneamente vaporizavam a água ao redor, resultando em uma onda de choque. Isso resultou em uma grande quantidade de ondas de choque que chegou no limite do quão intenso o som subaquático pode ser, a água então ferve, formando pequenas bolhas, que rapidamente decaem.

Isso indica que os cientistas atingiram o limite potencial de quão alto o som pode ser quando observado em um estado de água líquida.

O estudo, publicado em 10 de abril na Physical Review Fluids, afirma que a pressão sonora ultrapassou 270 decibéis. Isso é mais alto que um lançamento de foguete na decolagem.

O Cnet observa que, se esse som for experimentado diretamente em uma pessoa, ele não apenas destruirá seus tímpanos, mas também terá o potencial de romper seu coração e pulmões.

Fã de sludge/stoner/doom e bandas pontuais de várias outras vertentes. Paulistano esperando a volta segura de shows, fã de uma boa competição, seja ela qual for. Aqui na Rede Metal faz curadoria e publicação de conteúdo e toda parte administrativa e estratégica.