O baixista e mentor do CANDLEMASS, Leif Edling, conversou com a Billboard sobre a indicação ao Grammy da banda, entre outras coisas.

Falando sobre a primeira indicação ao Grammy da banda para “Astorolus: The Great Octopus“, com a lenda do Black Sabbath, Tony Iommi, Edling disse:

“Quero dizer, você pode fazer um ótimo álbum e ninguém notará. Você trabalha duro e acha ótimo. Você recebe boas críticas, mas não vende e nada acontece. Mas você faz o mesmo álbum, tipo, cinco anos depois, e de repente, tudo bate. Quero dizer, qual a diferença do que você fez 10 anos atrás? … Talvez seja o ingrediente mágico secreto do Sr. Iommi. Eu não tenho absolutamente nenhuma idéia sobre [como as indicações ao Grammy] funcionam. ”

Ninguém sabe, Leif Edling, ninguem sabe! Mas não faltam ideias conspiratórias por aí que justifiquem certas indicações.

The Door to Doom